Ela era santa, ela era Rita

Imagem

E lá fui eu atrás da Santa. Me perdi em minhas minhas preces contando as orações no terço. Tanta novena, tanta gente, tanta fé. Era assim que eu me via naquela multidão de fiéis. Era uma luz que me guiava junto com aquele povo fervoroso pedindo e agradecendo e eu estava ali apenas sorrindo. Sorrindo pela multiplicação de orações, pela simplicidade, pela força e pela beleza de uma gente que crê. Crê que pode ser melhor o amanhã. que pode ser melhor o hoje, que pode ser melhor para mim e para você.

Eu via crianças na rua carregando sua imagem. Eu via as senhoras chorando pelas graças conquistadas. Eu via homens que em sua vida diária eram muralhas, mas ali eram apenas meninos pedindo perdão pelos pecados cometidos. Apenas você senhora santa, era capaz de fazer com que tanta gente transformasse seu coração numa alegria pura e genuína e os fizesse querer de verdade.

O leite, o café e a indústria fizeram de você Rita, porém não menos Santa. Se eu pudesse voltar no tempo e conhecer as miudezas de sua história. Dia 22 de maio é o teu dia e eu mal posso me esquecer de te parabenizar e a verdade de agradecer por ter entrado no meu caminho. Te gosto como se fosse minha e te admiro como se sempre estivesse comigo. Sei que muito falta para sermos íntimas, mas nada como a convivência para quem sabe um dia sermos amigas.

Ela era Santa. Ela? Era Rita.

Aline Lima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s