Amor

Screenshot_2015-04-08-22-22-08~2

Eu achei que nunca encontraria esse tal de amor que as pessoas tanto falam. Acreditei piamente que esse sentimento era para os crentes, religiosos, os praticantes de alguma liturgia.

Nunca me disseram que o amor que eu estava procurando não tinha nada a ver com o romântico, das novelas, livros ou filmes. Eu estava falando de um amor que ninguém pode ter por nós, que não nasce porque você tem olhos claros e é caucasiano. Estou me referindo áquele que nasce dentro de nós. Aquele que nos faz transbordar, que nos faz ver o mundo de maneira nem otimista e nem pessimista demais. Aquele que nos faz ver nosso lugar de importância, de direitos, deveres, … Aquele que nos move a desafiar a vida, o tempo, o espaço, o medo…

Esse amor que procurei a vida toda e demorei tanto a achar… Meu amor… Meu próprio amor….

Aline Lima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s